9 e 1/2 Semanas de Falha

Rodrigo Jungmann

R$65,00 R$55,00

Decepcionado com a decadência da imprensa e preocupado com o que se veicula, o prof. Rodrigo Jungmann, da Universidade Federal de Pernambuco, notório combatente do viés esquerdista na imprensa e ele próprio vítima de dezenas de ataques dos tolerantes e dos democratas, resolveu denunciá-lo, com resenhas críticas diárias de um único veículo, a Folha de S. Paulo, que resultaram no 9 e ½ semanas de Falha.
Quantidade:
Compartilhar:
Há tempos a imprensa brasileira está infiltrada por agentes que não são necessariamente comprometidos com a informação ou com o interesse público e nem mesmo com o próprio Brasil, mas com a transformação social.De colunistas engajados, a grande maioria dos veículos de comunicação desceu ao nível da reportagem lacradora, com consciência social, e aos poucos perdeu o contato com a realidade – e, na sequência, o pudor.Foram da desinformação à mentira pura e simples em pouco tempo. Em boa parte dos casos, chega ao limite de não conseguir mais se comunicar adequadamente com seu público, pois já não o entende. Isso sem contar com o nível rasteiro dos textos e a juniorização da categoria.Na prática, já deixou de ser imprensa e passou a ser ativismo ideológico.Decepcionado com essa decadência da imprensa e preocupado com o futuro, o prof. Rodrigo Jungmann, da Universidade Federal de Pernambuco, notório combatente do viés esquerdista e ele próprio vítima de dezenas de ataques dos tolerantes e dos democratas, elaborou resenhas críticas diárias da Folha de S. Paulo durante 67 dias, cujo resultado foi o livro 9 e ½ semanas de Falha.